Necessidades dos utilizadores

Jan 15 2014

Necessidades dos utilizadores

O portal TransportesPúblicos.pt nasceu com dois objetivos em mente: 1) dotar os utilizadores de informação sobre transportes públicos que lhes permita planear viagens porta-a-porta entre dois quaisquer pontos do país num único local; e 2) fornecer aos operadores e reguladores informações estatísticas sobre as necessidades de deslocação dos utilizadores de transportes públicos que lhes permita melhorar o serviço que prestam.

Para atingir este segundo objetivo, e por cada viagem planeada no portal, o TransportesPúblicos.pt armazena os dados sobre essa viagem, nomeadamente as coordenadas da origem e destino da viagem, assim como a data, hora e meio de transporte pretendido. Para que não fique qualquer dúvida, apenas registamos informações sobre as viagens planeadas. Não é pedida nem registada qualquer informação pessoal dos utilizadores do site.

A informação estatística associada às viagens planeadas é útil (ou pelo menos deveria ser útil) aos operadores e reguladores de transportes uma vez que reflecte as verdadeiras necessidades dos utilizadores de transportes públicos. Por exemplo, se existe um número elevado de pedidos de planeamento de viagem entre duas zonas, é lógico inferir que existe um número elevado de utilizadores interessados em se deslocar entre essas zonas. Será, portanto, do interesse dos operadores bem como do dever dos reguladores garantir que essas necessidades são satisfeitas de forma eficiente.

Para os operadores, estas informações permitem descobrir rotas negligenciadas que podem explorar. Para os utilizadores, uma vez que um ou vários operadores identificam as suas necessidades pode significar serviços mais rápidos, com menos transbordos ou mais baratos. Para os reguladores significa cumprir a sua missão de promoção do transporte público e de fiscalização dos serviços definida nos seus estatutos.

O esforço para expandir a área de influência do TransportesPúblicos.pt tem ocupado quase todo o nosso tempo e por isso a atenção necessária para tratar estatisticamente os dados recolhidos tem sido praticamente nulo. Contudo, para exemplificar alguma dessa informação, apresentamos aqui uma amostra inicial do tipo de dados disponíveis. No mapa abaixo estão representados cerca de 300 pontos de origem (a verde) e destino (a vermelho) que representam dados de apenas alguns dias de planeamento.

[advanced_iframe securitykey=”ricardo2″ src=”https://transportespublicos.pt/wp2021/maps/Norte.html”]

Cada origem e destino correspondente possui o mesmo número de identificação. Uma análise rápida permite observar que embora a maior parte dos pontos esteja na zona norte, na zona de influência do TransportesPúblicos.pt, existem pontos no Centro e em Lisboa que indicam algum interesse pela ferramenta noutras partes do país.

Orig_Dest_2

Com o menu do canto superior direito é possível uma filtragem simples dos dados, mostrando apenas origens ou destinos ou, para melhor visualização, definir apenas 20 pares origem/destino. Desta forma, podemos ver, por exemplo uma viagem planeada entre o centro do Porto e Lavra (20) bem com outra entre Vila Nova de Gaia e o centro do Porto (17).

Public Transport in Portugal

A representação visual é útil para observar padrões, mas após algum tratamento estatístico, os dados subjacentes permitem responder a outro tipo de questões. Por exemplo, questões como:

  • “Quantos utilizadores planearam viagens entre a zona Andante C1 e a zona Andante C3?”,
  • “Qual o intervalo de tempo mais pedido?”,
  • “Quais os meios de transporte mais utilizados?”,
  • “Quais as distâncias máximas que os utilizadores estão dispostos a caminhar?”.

One Comment

  • gmsmc 09/02/2014 at 17:38

    Excelente ferramenta! Há muito tempo me questiono por que é que isto não é feito regularmente pelos operadores de transportes!

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.